Sobre carne de gaivota

carne-de-gaivota

Ok, você deve estar se perguntando: que tipo de título é esse? Bom amigos, sinto muito dizer, mas o que eu queria provavelmente você fez, que foi clicar no link pra ler o que significava essa frase (mas levando em conta no tanto de cliques “você não vai imaginar o que aconteceu com essa fulana” e “detalhe chamou a atenção na foto de Neymar” que vocês clicam, essa vai valer muito a pena, heheh). ❤

Há algum tempo atrás eu estava totalmente desmotivada de ler livros novos, isso porque dos diversos que encontrei, nenhum mexeu com os meus extremos – coisa que eu acho OBRIGATÓRIO em qualquer livro. Digo assim no sentido de: uma obra que te faça perder o sono, perder a fome, perder a hora e por que não perder a cabeça? Pois é. Livro bom pra mim me faz sentir muitas coisas, despertar novos sentimentos e perspectivas para minha vida.

Hoje, por exemplo, vim falar de Raphael Montes, o melhor escritor nacional da atualidade na minha opinião, que tive o prazer de conhecer ano passado. Queria eu ter a mente brilhante que esse autor tem. Montes, ao meu ver, carrega de tudo um pouco, eu vejo nele Bukowski, Stephen King e Poe, só coisa boa.

O primeiro livro que li dele foi “Dias Perfeitos”, ótimo, me fez pensar muito em até onde a obsessão pode levar o ser humano. Quando é que perdemos a racionalidade quando o assunto são sentimentos? Enfim. Gostei bastante.

Mas aqui o assunto é o último trabalho de Raphael, “Jantar Secreto”, que de longe é o melhor livro que já li de autores nacionais. Farei um breve resumo e espero que ele seja o suficiente pra vocês mergulharem nessa leitura impecável.

Carne de boi. Carne de frango. Carne de sapo. Carne de gaivota. Carne humana. Até onde você deixaria seu paladar chegar? Muita gente para na segunda opção, outros na terceira…alguém chegou na quarta? Quinta???

“Jantar Secreto” é sobre um grupo de amigos que começa a investir em jantares onde a comida principal é feita de carne humana. Isso mesmo. E daí você deve exclamar: ISSO É UM ABSURDO. Ok, é. Mas por que comer animais é aceitável?

O livro, além de ser muito bem formulado, ter uma história chamativa e personagens extramente bem caracterizados, te faz refletir sobre por que determinadas atitudes são consideradas normais e outras totalmente fora da curva, inaceitáveis.

Eu confesso. Em muitos momentos durante a leitura me peguei pensando qual a razão de considerarmos errado comer carne de humanos – já que a de outros seres vivos é rotina, complemento do arroz com feijão. Vocês entendem? Vocês percebem a que ponto o livro faz você chegar?

Bom, leiam esse livro. Desafio vocês a demorarem mais de cinco dias pra engolir as páginas de “Jantar Secreto”. Obrigada Raphael Montes por essa obra que me rendeu muitas coisas atrasadas, horas de sono que perdidas e olheiras novas para saber logo o desfecho da Equipe Carne de Gaivota. Tudo isso é pouco pra alegria que senti ao perceber que livros mirabolantes ainda existem.

Pra vocês ficarem ainda mais na fúria, vai aqui algumas partes FODAS do livro:

jantar1

jantar2

jantar3

jantar4

Obs: Indico também “Dias Perfeitos”. Agora estou lendo “Suicidas” e depois pretendo ler “O Vilarejo”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s