Sobre descontrole emocional

Lá pelos menos 17 anos eu achava muito legal ter um humor instável, eu sempre fui uma montanha-russa descontrolada, às vezes descendo,                                                           subindo.

descendo,                                          subindo,

descendo e outras subindo,

Juro, houve uma época onde isso era muito legal, eu me achava descolada, engraçada, espontânea…cheguei até a pensar que isso poderia ser um atrativo da minha personalidade.

Coitada de mim.

Pra mim, é muito difícil falar sobre essas coisas, mas chega um momento da sua vida que a única coisa que você consegue se perguntar é: não é possível que só eu seja assim, será que é possível? A resposta pode doer, então tem hora que a gente nem dá tanta importância.

Mas sei lá, deu vontade de desabafar.

Hoje, com 23 anos, minhas alterações de humor não são mais algo que eu ache descolado, aliás, fico pensando, “o que eu tinha na cabeça pra achar que isso era saudável?”, mas eu apenas anexo esse meu momento de loucura naquela pastinha que todos temos sobre “coisas que já fizemos ft. pensamos e não faz sentido nenhum”, enfim, hoje eu paro pra pensar como um humor instável pode cagar na vida de alguém e como NÃO É LEGAL sofrer com algo do tipo.

Fico triste em perceber como a sociedade anda doente psicologicamente, é um mal atrás do outro e isso é muito preocupante, é mais doloroso ainda perceber que só damos atenção aos problemas mentais quando o físico começa a clamar e você é obrigado a parar e repensar o que está fazendo com a sua cabeça e corpo.

Todo esse meu texto – nem era pra virar textão, mas virou – é só um jeito de tentar alertar as pessoas sobre esse mal chamado “doenças mentais são legais”. Não, elas não são nada legais.

Não é legal você acordar se considerando a pessoa mais feliz do mundo, querendo realizar uma lista de tarefas e 15 minutos depois sentir vontade de morrer e enfiar na cabeça que sua vida é uma merda, que qualquer um é melhor que você.

Não é legal criar “cismas” com pessoas próximas sem motivo algum, parar de falar com elas e ver apenas os defeitos, se cansar mentalmente, para 10 minutos depois você estar conversando sem parar com alguém que já estava excluindo da sua lista de chegados.

Não é legal apontar seus maiores defeitos mentalmente e depois de alguns minutos ou horas achar que você é alguém especial.

É cansativo, exaustivo, é ter que lidar com uma insatisfação infinita, nada preenche, nada agrada, tudo aparentemente é superficial e não sustenta sequer um dia de felicidade genuína.

Pessoas com humor instável não têm poucos amigos porque elas não querem ter um círculo de amizade maior. Elas não são fechadas por não quererem se abrir com pessoas próximas. Elas não recusam convites por não quererem sair de casa. Elas não agem estranho por algo que você fez. Elas simplesmente não conseguem entender o que vai acontecer nos próximos minutos, horas…quando é que o vazio vai aparecer e vai deixar um ponto de interrogação no meio da tela chamada vida.

Às vezes, sinto que fracasso diariamente em contornar minhas alterações de humor, mas de onde é que se arruma força pra conseguir brigar todo-fucking-dia com isso?

Post patrocinado pelo meu estado mental que tá pedindo arrego.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s