2 be happy 0n the road 1t’s what matter5 =)

O ano de 2015 nem havia começado e muitas pessoas estavam colocando expectativas sobre ele, eu sou uma delas. 2014 não foi ruim, de modo algum, foi incrível e maravilhoso! Terminei minha faculdade com um belo 10 no meu trabalho final, arrumei um emprego que me faz levantar feliz todos os dias, fiz algumas amizades que pretendo cultivar da melhor maneira possível e sinto que me tornei uma pessoa melhor.

Mas 2014 foi um ano cansativo, posso dizer que foi mais ou menos um: ”you better work bitch”. Aprendi a conciliar meu trabalho e minha faculdade e ainda arrumei um belo de um tempo pra fazer meu TCC, não posso dizer que estava absurdamente lotada de coisas durante os 12 meses do ano, mas eu estava cansada, era um cansaço acumulado de meses, anos.

Já fazem 4 anos que moro em São Paulo, eu sempre tentei ao máximo acompanhar a energia, a pressa e o sentimento que essa capital ”injeta” nas pessoas. Quer morar em São Paulo? Então você vai ter que aprender a lidar com a pressão. Mas é algo bom, não leve isso para o lado ruim da coisa, ok? 🙂

Por sorte, eu sempre fui um pouco ”paulistana” de alma, quando morava no interior meu maior sonho era ser muito maior que a minha cidade, queria conhecer gente diferente, lugares novos, ouvir ideias inovadoras. Eu queria aquilo que as pessoas chamam de ”excêntrico” pra mim, queria alguma coisa que me tirasse da minha zona de conforto, que me fizesse desapegar das minhas características medíocres e que conseguisse me transformar em um ser humano único, em uma Juliane que não se encontra em toda esquina, sabe? =)

Eu não sei ao certo se sou tão única como sonho em ser, mas ao menos tenho certeza que luto por isso diariamente e São Paulo é mais que um estímulo pra mim.

Enfim, fiz rodeios demais sobre o que eu realmente vim falar nesse post. Eu acho que, assim, do mesmo modo que colocamos expectativas em cima de algo, devemos entender que este ”algo” também colocará expectativas sobre nós. Nada acontece sem um empurrãozinho(zão) nosso. Eu espero que meu ano novo seja incrível, cheio de energia boa, novos projetos, novas descobertas e novos sentimentos e, por isso, fiz uma lista de prioridades do que devo melhorar/mudar em 2015 para que ele seja memorável.

27161-oSinto que conheci pessoas maravilhosas ao longo da minha vida, mas também percebo que não dou a atenção necessária para elas. Tenho grandes amigos e acho incrível o fato deles me amarem pelo que sou, por ”relevarem” meu pessimismo(que está em fase de evolução para otimismo, juro), aturarem minhas reclamações bobas e até darem risadas das minhas doenças ”psicológicas”. Quero preservar todos eles e farei o possível para recuperar a proximidade com todos durante este ano, ou ao menos com a maioria. Me aguardem! =)

23221c3ac90aa3f5d167843a9001ebd0

Pretendo aproveitar ao máximo 2015 com o meu boy, quero mais viagens pra gente, mais programas diferentes, mais piadas internas memoráveis e muitas conquistas tanto pra ele quanto pra mim. Sempre acreditei que um relacionamento é feito de duas pessoas completas que agregam novos sentimentos, felicidades e aprendizados para cada parte. Sem essa de pessoas que se completam, todo mundo nasce inteiro.

large (33)

Diariamente eu sinto saudades da minha cidade, sou muito feliz em ter nascido no interior, em ter vivido uma infância calma e cheia de amigos que guardo comigo até hoje. Antigamente eu não costumava dar valor para isso, queria tanto ter crescido entre grandes edifícios e parques enormes e multidões; mas agradeço a todo momento por estar tão errada sobre isso. O que eu sou hoje tem muito a ver com a minha origem, me sinto privilegiada por ter crescido ”no mato”, ter brincado na lama, ter adotado pintinhos como bichinhos de estimação e por aí vai. Em 2015 pretendo voltar pra lá o máximo possível, mesmo sendo 8 horas incansáveis de ônibus, vai dar certo.

large (35)Todo ano eu falo que vou gastar menos. Todo ano. Todo ano. Todo ano!!! Meu deus, como é difícil. Juro, me formei em publicidade, mas parece que é impossível dizer não para as botas da Topshop, as roupas da Zara, as bugigangas do Aliexpress. HELP! Mas enfim, vou me esforçar pra conseguir chegar no fim de 2015 e dizer: fiz mais viagens do que compras. 😀

large (37)

Sabe, eu nunca curti meu corpo, nunca gostei das minhas coxas, barriga, braços, nada. Olha, pra não dizer que estou em total desaprovação comigo mesma, eu gosto dos meus olhos, do meu cabelo e das minhas mãos, HAHAHAHAH 😛 Escuto muitas pessoas dizerem por aí que você tem que lutar pelo corpo que você quer, mas, sinceramente? Não é tão fácil assim, meu psicológico não é dos melhores e meu metabolismo é tartaruga. Meh. Mas vou me esforçar ao máximo neste ano pra conseguir me aceitar mais, já consegui mudar meu pensamento em relação à minha alimentação e me sinto feliz por isso, agora é trabalhar no meu corpinho e perceber que ele é lindo assim como o da Gisele. HHAHAHAHAHA Coitada de mim.

É isso aí gente, ufa, terminei! Duvido que alguém chegou até aqui na leitura, mas quem conseguiu, obrigada pela atenção ❤ O que vocês desejam para 2015? Quero saber, sou curiosa 🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s